CCMUSA – Câmara de Comércio Moçambique USA

Economia de Moçambique deverá acelerar crescimento em 2020

O crescimento económico de Moçambique deverá acelerar para 4,2% em 2020, depois de em 2019 se ter limitado a 1,0%, devido ao impacto causado pela passagem de dois ciclones, Idai e Kenneth, que causaram grandes danos humanos e materiais nas zonas centro e norte do país, segundo o mais recente relatório sobre o país da Economist Intelligence Unit.

O crescimento a registar-se este ano ficará, segundo a publicação, a dever-se aos trabalhos de reconstrução dos estragos causados pelos dois ciclones e pelo início do investimento na exploração dos depósitos de gás natural existentes na bacia do Rovuma, norte do país.

“Este investimento fará com que a economia cresça à taxa média de 7,8% por ano no período de 2021/2024”, pode ler-se, sendo que as taxas previstas para o crescimento económico no período são de 6,5% em 2021 e 2022, de 8,1% em 2023 e de 9,9% em 2024.

O mesmo documento menciona que a taxa de inflação tenderá a crescer ao longo do intervalo considerado, situando-se este ano em 3,1%, aumentando para 5,5% e 5,8% em 2021 e 2022, respectivamente, para depois subir para 7,0% em 2023 e finalmente para 7,8% em 2024.

O saldo da execução do Orçamento Geral do Estado tenderá a ser negativo em todos os anos considerados, variando entre um mínimo de menos 2,5% em 2024 e menos 5,9% em 2021, depois uma previsão de menos 4,7% este ano, o mesmo acontecendo à balança de transacções correntes, com valores máximo e mínimo de menos 40,2% em 2023 e menos 34,7% em 2024.

Os analistas da EIU referem, por outro lado, que Moçambique deverá progressivamente vir a ter um acesso melhorado aos mercados de capitais, de onde está afastado desde 2016 devido à divulgação do escândalo das chamadas dívidas ocultas contraídas por duas empresas públicas com o aval do Estado,  devido ao facto de os detentores de euro-obrigações da Empresa Moçambicana de Atum terem acordado um segundo processo de reestruturação.

“No entanto, a reputação internacional de Moçambique não recuperará plenamente enquanto continuarem por amortizar os empréstimos contraídos pelas empreas ProIndicus e Mozambique Asset Management”, escreve a EIU, para acrescentar que o debate continua a decorrer no parlamento do país sobre se os empréstimos foram ou não legais e se o seu pagamento deve ser da responsabilidade dos pagadores de impostos.

Mas o documento menciona que o facto de dispor de reservas de gás natural de grande dimensão está a fazer com que o país consiga atrair grande quantidade de investimento directo estrangeiro, muito em particular da Rússia, da China e dos Estados Unidos. (Macauhub)

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on print
Print
Mais

Artigos Relacionados

Juste quoi Filles Vouloir

Cela a été du sujet principal de films, livres et many conversations: exactement qu’est-ce que females want? Spécifiquement, nous savons tous, hommes, qu’il pourrait regarder

Knowing The Lockering Dating Trend

Now That School’s Right Back, Will You Be At Risk Of Obtaining ‘Lockered’? Ahhh, autumn. Possibly the many poetic season. A time of modification, an

Насилие без раскаяния Закон і Бізнес

Кремль отрицает какие-либо обвинения, в том числе относительно того, что командиры знали о сексуальном насилии, которое совершают солдаты. Через некоторое время мужчины ушли, и она